Assine Grátis o Blog!

Se inscreva no botão abaixo. Observação, se você Não Confirmar a Inscrição na sua Caixa de E-mail ou Spam, Não Irá Receber as Atualizações e Novidades do Blog!!!

Já é cadastrado? Continue para o blog →

Siga-nos também nas redes sociais!

Últimas notícias ➞
Carregando...

Destaques

Trabalho em Casa Online para Deficientes: A Dica de Ouro.

   TRABALHO EM CASA ONLINE PARA DEFICIENTES A DICA DE OURO.

Olá Pessoal! Tudo bem?

Recebi dezenas de e-mails em virtude da postagem anterior: Trabalho em Casa Online para Pessoas com Deficiência + Brinde. E, por isso, quero esclarecer uma coisa.

Nesse primeiro momento a intenção foi publicar alguns cursos que conheço e sei da qualidade de seu conteúdo. Como sei que exitem muitos deficientes que desejam ter uma renda extra e liberdade financeira, resolvi indicar esses cursos para que pudessem começar pelo começo: adquirir conhecimento e encurtar caminhos.

Algumas pessoas acharam que eu estavam contratando ou oferendo emprego no Inclusão Diferente. Infelizmente não é isso.

Esse ato foi só recomendações de cursos idôneos que vão te guiar por esse caminho do trabalho online em casa, pois sabemos que existem muitos picaretas e enganadores na internet oferecendo dinheiro fácil com cursos que não te levam a nada. 

Outras pessoas reclamaram dos preços altos dos cursos.

Às vezes, frente alguns momentos de crises podemos questionar os preços de alguns itens que temos como desejo de consumo. Contudo, não podemos cair nessa tentação quando se percebe o seu real valor e o retorno que ele pode nos dar de volta. Então, nesses casos, devemos fazer aquele velho exercício do custo versus benefício.

Bom! Mas como para tudo nessa vida tem solução, diante desse esclarecimento, aproveito para oferecer, a cada um de vocês, a dica de ouro.

TENHA O SEU “NETFLIX” DO DINHEIRO EM CASA 

E RENDA EXTRA.

Nós, do Blog Inclusão Diferente, queremos deixar claro que temos como princípios a verdade e a qualidade nas informações passadas a cada um que acessa, navega e compartilha nossas informações a quem você confia.

Esse é, desde sempre, nosso compromisso!

Por isso, que só indicaremos serviços e cursos que nós da equipe do blog já utilizamos e comprovamos que dá resultado, porque se assim não for, não conseguiremos atingir nosso principal objetivo: fazer você trabalhar e ter uma renda sustentável, a partir de casa.

Se você ainda não conhece a ideologia do blog, saiba aqui. Aproveite e compartilhe essa ideia!

O que a Netflix tem a ver com Dinheiro em casa?

Mas como assim Netflix do Dinheiro em Casa?

Nós te explicamos e garantimos que tem tudo a ver. E mais abaixo daremos a informação que vale ouro.

Apenas para pontuar.

A Netflix, é uma provedora global de filmes e séries de televisão, via streaming, atualmente com mais de 80 milhões de assinantes no mundo inteiro e no Brasil cresce a cada dia.

O objetivo é que você tenha, a sua disposição, um catálogo de centenas de filmes e séries de TV, pagando um valor mínimo mensal, podendo assistir a hora que lhe for mais conveniente, podendo fazê-lo quantas vezes desejar.

Como dissemos, só recomendamos aquilo que usamos. O custo benefício é mais que comprovado.

E agora a informação de ouro que nós, do Blog Inclusão Diferente, temos o prazer de compartilhar com você.

Queremos te indicar o Clube do Marketing Digital. Que, na prática, funciona com o mesmo tipo de acesso do streaming citado acima, tornando-se assim a “Netflix do Dinheiro em Casa”.

Atualmente, na internet, é possível comprar diversos cursos por meio de vídeos e e-books que ensinam a montar um negócio online, a partir de casa.

Com uma rápida busca, você encontrará um leque de opções e preços, que te fazem navegar por vários sites, perdendo tempo e, às vezes, pagar preços desproporcionais ao conteúdo.

Isso invariavelmente leva-o a frustração e, o pior, você acaba não conseguindo alcançar o seu objetivo, passando a acreditar que o negócio de trabalhar em casa e ter uma renda extra é só mais uma enganação da internet.


TENHA O SEU “NETFLIX” DO DINHEIRO EM CASA E RENDA EXTRA.

Que tal fazer parte de um clube onde você encontra todos os cursos que te ajuda a montar um negócio a partir de casa? Tudo em um único lugar e com um preço de Netflix?

No começo, o primeiro objetivo era fazer um teste.

Porém, o amor a primeira vista (risos) se deu logo no primeiro acesso, à medida que percebi que a quantidade de cursos era enorme e me possibilitaria o aprendizado necessário para que meu negócio próprio pudesse ser concretizado.

Trabalho em Casa Online para Deficientes: A Dica de Ouro.

Tudo isso sem planos de fidelidade, o que prova a qualidade do conteúdo disponibilizado pelo pacote de cursos.

Se for capaz de absorver todo o conteúdo disponibilizado em um único mês, o que é pouco provável que aconteça, por apenas o valor de um Big Mac, você será capaz de ter seu negócio online, a partir de casa, que te dará um retorno financeiro muito além do investimento que fará.

Aposto que, como nós, você também acha isso incrível, certo?

Neste pacote de cursos, você terá a oportunidade de aprender, ao mesmo tempo, como fazer videos e blogs, além de conhecimento de Marketing Digital, entre outras técnicas matadoras.

Conheça aqui o Blog Dinheiro em Casa quem também recomenda o Clube de Marketing Digital.

Então, galera! Saiba que, ainda hoje, você pode fazer parte do maior Clube de Marketing Digital do Brasil.

Maiores informações entre em  contato conosco.

Conheça aqui tudo sobre o clube e comece agora mesmo seu Negócio Online em Casa

Deixe seus comentário sobre o clube nos contando como tem sido suas experiência, ok?

Forte abraço! A gente se fala no próximo post!!!
Trabalho em Casa  Online para Deficientes

TRABALHO EM CASA ONLINE PARA DEFICIENTE + BRINDE.

Olá pessoal! Tudo bem?

Ao longo desses cinco anos do Blog Inclusão Diferente, tenho recebido centenas de e-mails do pessoal perguntando sobre como trabalhar online, a partir de casa e ter com isso um renda mensal.

Bom! Então, para atender a esses pedidos, hoje vamos colocar, neste post, alguns cursos que eu conheço, uso e posso recomendar sua qualidade, eficiência e aplicabilidade.

Mas, antes quero ressaltar uma coisa. O Blog Inclusão Diferente tem o compromisso de sempre passar informações de qualidade e que contenham veracidade.

Sendo assim, as recomendações que faremos, a seguir, te ajudarão a começar o seu negócio próprio online do zero hoje mesmo.

Outra questão importante: Estamos falando de trabalho em casa online certo?

Pois bem! Caso você não tenha o real interesse de aplicar, passo a passo, os ensinamentos dos cursos que estamos recomendando, o trabalho em casa que vem desejando há tempos não se concretizará e, neste caso, você estará perdendo tempo e dinheiro, pois não existe mágica e nem formulá miraculosa, mas sim muito trabalho e transpiração.

☛ Assine o blog gratuitamente aqui e não perca nenhuma postagem, atualizações e promoções.

  • FÓRMULA NEGÓCIO ONLINE: Treinamento produzido por Alex Vargas para quem quer começar um negócio do zero. É um treinamento muito completo, ensinando o passo a passo para montar negócio online 100% do zero gerando um negócio rentável e escalável. Saiba mais aqui.
  • VIVER MELHOR AGORA: Treinamento produzido por Kayne Otto para quem quer começar um negócio do zero. Ensina, de forma prática, a construção de toda a estrutura online. Curso bem didático, focado a ensinar a ganhar dinheiro com tráfego orgânico. Tudo no passo a passo e na criação de uma rotina organizada. Saiba mais aqui.
  • VIVER DE YOUTUBE: O Curso Viver de Youtube é completo e te ensina a ter um canal no Youtube, de forma profissional, te levando a fazer dos vídeos a sua profissão, podendo trabalhar do conforto da sua casa usando apenas a câmera do seu celular. Trabalhar com vídeos é muito promissor e isso tem crescido a cada dia! Quem decidir ter essa atividade, a partir de hoje, no futuro poderá estar entre os grandes canais que faturam de forma progressiva. Saiba mais aqui.
  • SEGREDOS DO ADSENSE: O Segredos do Adsense é um curso completamente em vídeo explicando, passo a passo, como criar negócios digitais e ganhar pelo menos US$ 100,00 dólares por dia na internet. Aplicando as técnicas ensinadas no Segredos do Adsense e seguindo simples tarefas semanais você começará a ganhar seus primeiros dólares em até 30 dias. Saiba mais.
  • TEXTMACHINE: TextMachine é o primeiro curso do Redator de Sucesso. Iniciativa que visa ensinar homens e mulheres de todas as idades a ganhar dinheiro na internet trabalhando com produção de conteúdo para blogs. Esse material tem como intuito mostrar técnicas e métodos para escrever centenas de textos por mês muito facilmente. Saiba mais.
Pra terminar temos um Brinde Especial. Um e-book com 15 dicas de trabalho em casa online para pessoas com deficiência, escolha a dica que mais se identifica e comece, ainda hoje, seu negócio online, a partir de casa.

15 dicas de trabalho em casa online para pessoas com deficiência


Pessoal! Estamos a disposição para esclarecimentos de dúvidas sobre o texto, ok? Fiquem a vontade!

Desejamos a todos um belo início de carreira. Nos encontramos no próximo texto.

Forte Abraço!



BBB 2017 – Marinalva é Tudo o que Todos Esperavam?

BBB 2017 – MARINALVA É TUDO O QUE TODOS ESPERAVAM?


Olá, Pessoal! Tudo bem?

Todos sabem que o Blog Inclusão Diferente é um espaço onde buscamos tratar dos mais variados assuntos do universo das Pessoas com Deficiência.

E sendo assim, sempre procuramos estar “antenados” a tudo o que acontece e que pode chamar a nossa atenção ou fazer alguma diferença em nossa vida e, para o assunto de hoje não foi diferente.

Precisamos nos posicionar sobre o fato de termos uma Pessoa com Deficiência no BBB 2017.

Mas, antes de dar continuidade, quero esclarecer uma coisa.

Existem muitas coisas da vida que não conheço suficientemente para expor minha opinião, então, vou logo avisando que o BBB é uma dessas coisas.

Sendo assim, já peço desculpas, previamente, caso alguma bobagem seja escrita mais abaixo.

Vamos lá!

Nesses 17 anos de programa, acompanhei fielmente uma única edição, por pura curiosidade. Não me lembro exatamente qual edição foi, mas foi aquela que o tal do Dourado voltou para a casa e levou o prêmio.

A propósito: Tremenda marmelada, hein?

Mas naquela edição pude tirar a seguinte conclusão.

Até ali não tinha perdido nada em não seguir o programa e dali para frente seguir ou não, não faria a menor diferença na minha vida. Optei então por não seguir.

Porém, três dias antes de começar a edição do BBB 2017, fiquei sabendo que haveria uma Pessoa com Deficiência na casa mais famosa do Brasil. Aí não teve jeito!

Primeiro fiquei pau da vida, pois devido ao trabalho que faço sabia que teria que ter uma certa disciplina para assistir nos dias que ocorrem a exibição.

A segunda coisa que me incomodou foi verificar que existe uma comunidade de Pessoa com Deficiência que desejavam e até reivindicavam a participação de um deficiente no programa, e eu sempre me perguntei o porquê.

Claro que nunca achei a resposta, mas também admito que não fui tão longe para tê-la.

Mas e você? Também é daqueles que sempre acreditaram que precisaria ter uma Pessoas com Deficiência no BBB ou é daqueles que nem tomava conhecimento da existência do programa?

Deixe seu comentário logo abaixo falando o seu pensamento. Queremos saber sua opinião.

Está gostando do artigo? Assine gratuitamente o blog e seja avisado sempre que publicarmos novos textos, assine aqui.

Vem coisa boa ai! Então já compartilhe com seus amigos para que cada vez mais pessoas entendam a importância e aprendam com o conteúdo em questão.
Bom! O texto não é sobre se deveria ou não ter uma Pessoa com Deficiência no BBB. Já temos, e isso é fato. E aqueles que não gostariam vão ter que se conformar e os que queriam estão comemorando.

Nunca ninguém será plenamente satisfeito. É a vida!!!

Então, atendendo ao pedido de alguns, hoje temos uma Pessoa com Deficiência no BBB 2017 e a pergunta é: “O que isso muda?”


bbb 2017 tem pessoa com deficiência
Marinalva BBB 2017

Como eu disse, comecei a assistir para ver a participação da Marinalva, mas você já deve imaginar que, pela falta de costume, houve dias que, simplesmente, passou batido e quando lembrei, o Tiaguinho já estava se despedindo.

Porém, nas poucas vezes que consegui assistir, verifiquei pouca atuação da Marinalva, ou melhor uma participação comum, nem apagada e nem chamativa.

E por ter esquecido algumas vezes de assistir, admito que para fazer esse texto precisei fuçar algumas coisas na internet para ver suas atitudes dentro da casa. Essas pesquisas confirmaram minha primeira percepção: Ela tem tido uma participação comum.

Vi alguns momentos em que ela se posicionou firmemente. Isso já me chamou a atenção. Não adotou uma posição de vítima e, o mais extraordinário, disse que merece a vitória simplesmente por ser quem é.

Adoro essas coisas!!!

Mas, refletindo sobre sua participação fiquei pensando naqueles que desejavam tanto uma Pessoa com Deficiência no BBB. O que de fato eles queriam?

Por que estou perguntando isso?

Porque, nas vezes que assisti e nos vídeos da internet, não vi a Marinalva, em nenhum momento, levantar a bandeira da inclusão, da acessibilidade e tudo o mais. Pelo menos não até agora.

Ela é uma esportista de alta performance. Tem o corpo mais sarado que de muita gente. Obviamente que “os caras” da Rede Globo nunca iriam colocar um cadeirante, um deficiente visual, um deficiente auditivo, um muletante, um bengalante...

Esses, incluído eu. Estamos fora da lista.

Por favor, não estou dizendo que ela não mereceria estar lá e, muito menos, que ela não seja uma pessoa de superação e que sirva de modelo para muitos de nós, não é isso.

Eu mesmo já estou me tornando um fã, pois adoro pessoas que não colocam a deficiência na frente em tudo o que vão fazer.

O que estou questionando é se os que queriam muito ver uma Pessoa com Deficiência no programa estão plenamente satisfeitas ou se acham que ela deveria ser mais militante da causa.

Na minha visão, ela tem grandes possibilidades de ganhar, não porque o público vai ficar com “dózinha” dela, mas justamente por ser esportista e ter uma visão diferente de mundo. 

Seu corpo e sua mente já estão acostumados a enfrentar e superar os desafios, ultrapassar limites e quebrar paradigmas.

Então, uma pessoa que se coloque como perfeita tem grandes possibilidades de perder para ela.

Claro que quando o programa acabar vamos voltar aqui para falar mais da Marinalva, a primeira Pessoas com Deficiência a participar de um BBB.

Mas, por enquanto, vamos acompanhado sua participação, pois se ela demostrar dentro da casa o que demonstra nos esportes que pratica, mesmo sem dizer uma única frase sobre acessibilidade e inclusão, deixará um legado a ser seguido por muitos.

Você concorda com o texto? Deixe seu comentário concordando ou dando sua opinião contrária. E compartilhe para que possamos levantar mais fortemente essa discussão.

A gente se fala na próxima. Forte Abraço!!!
Seguridade Social: Deficiente será Idoso aos 50 anos.

Seguridade Social: Deficiente será Idoso aos 50 anos.


A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou projeto de lei que classifica como idosa a pessoa com deficiência a partir dos 50 anos (PL 1118/11). O projeto recebeu parecer favorável da deputada Carmen Zanotto (PPS-SC), que apresentou um substitutivo.

O texto original, de autoria do deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG), determina que a pessoa com deficiência seja considerada idosa com idade igual ou superior a 45 anos.

A proposta modifica o Estatuto do Idoso (Lei 10.741/03), que considera idosa a pessoa a partir dos 60 anos. O projeto aprovado, na prática, estende a rede de proteção do estatuto aos deficientes quando estes completarem 50 anos.

Envelhecimento precoce

O projeto, segundo a deputada, é um reconhecimento de que as pessoas com deficiência sofrem envelhecimento prematuro e devem ser tratadas de forma diferente dos que não tem deficiência.

“Se as limitações funcionais ou as doenças associadas ao envelhecimento afetam as pessoas sem deficiência por volta dos 70 anos, as pessoas com deficiência experimentam essas situações cerca de 20 a 25 anos mais cedo”, disse Zanotto.

Ela lembrou que a redução da idade para o deficiente ser classificado como idoso foi defendida em audiência pública realizada na Câmara.

A versão aprovada na Comissão de Seguridade determina ainda que o limite de idade (50 anos ou mais) para ser considerado idoso poderá ser reduzido mediante avaliação feita com base nos critérios estabelecidos pelo Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146/15).

O estatuto determina que a avaliação da deficiência será biopsicossocial, realizada por equipe multiprofissional e interdisciplinar e considerará, entre outros aspectos, os impedimentos nas funções e nas estruturas do corpo; os fatores socioambientais, psicológicos e pessoais; e a limitação no desempenho de atividades.

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado agora nas comissões de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Cenário MT
Auxílio a Deficientes e Idosos Terá Mudanças

Auxílio a Deficientes e Idosos Terá Mudanças

A reforma da Previdência, proposta pelo governo federal, mantém critérios diferenciados para a aposentadoria de trabalhadores com deficiência.

O governo deve adotar uma série de medidas para tentar limitar os gastos com o Benefício de Prestação Continuada (BPC), auxílio concedido a pessoas com deficiência e a maiores 65 anos que não contribuíram com a Previdência. 

O plano prevê três medidas que, em última análise, vão limitar o acesso ao auxílio e achatar o valor que é pago a beneficiários, no momento de um salário mínimo.

A proposta em discussão prevê ampliar a idade mínima para que idosos tenham direito à obtenção do benefício. 

Atualmente, podem ser beneficiadas pessoas com mais de 65 anos com renda familiar per capita de até um quarto de salário mínimo.

O governo, no entanto, receia que, com a mudança nas regras da idade mínima para aposentadoria de 60 para 65 anos, proposta na reforma da Previdência, o BPC acabe se tornando uma alternativa às pessoas que teriam direito a receber aposentadoria no mesmo valor.

Se isso acontecesse, afirmam, pessoas poderiam se sentir desestimuladas a contribuir para a Previdência. 

Para que não haja uma “concorrência” entre o BPC e a aposentadoria, a alternativa seria ampliar a idade mínima para o acesso ao benefício. A proposta avaliada é dos 65 anos atuais para 70 anos.

Mínimo

O outro ponto a ser alterado é desvincular o valor do benefício do salário mínimo. 

Integrantes do governo não escondem que a mudança tem como objetivo principal reduzir, a médio prazo, o valor concedido no auxílio. 

Isso porque, pelo entendimento do grupo que discute a mudança, não haveria nenhum indexador mais forte do que o próprio salário mínimo.

O Benefício de Prestação Continuada é considerado o segundo maior benefício não contributivo existente no País. O orçamento deste ano para o auxílio é de R$ 50 bilhões, bem mais que os R$ 42 bilhões desembolsados em 2015. 

O valor movimentado pelo BPC perde apenas para a aposentadoria rural, com orçamento de R$ 92 bilhões. 

Em terceiro lugar, vem a Bolsa Família, com orçamento anual de R$ 31 bilhões. A estimativa é de que o BPC seja concedido a 4,2 milhões de pessoas. 

Desse total, 45% são idosos e 55%, deficientes – entre eles, crianças com microcefalia.

Renda

O terceiro ponto que deverá ser discutido é o corte de renda. A estimativa é de que, dos 4,2 milhões de beneficiários, cerca de 30% tenham uma renda per capita superior a um quarto de salário mínimo, como é previsto em lei. 

Auxílio a Deficientes e Idosos Terá Mudanças

Esses beneficiários obtiveram o direito na Justiça, sob o argumento de que esse corte de renda não é suficiente para se caracterizar a pobreza. Um argumento usado sobretudo por pessoas com deficiência. 

Em razão das limitações, famílias com pessoas com deficiência poderiam ter gastos imprevistos, principalmente para tratamentos.

Para tentar refrear as ações na Justiça, a alternativa estudada pelo governo é criar um algoritmo em que se avaliaria não só a deficiência, mas o nível de dependência do candidato ao benefício. 

Quanto maior a dependência, mais flexível seria a análise do critério de renda mínima per capita.

Uma pessoa com lesão na medula, por exemplo. O grau de deficiência é o mesmo, independentemente do local onde ela more. 

No entanto, a dependência pode ser maior, por exemplo, se essa pessoa mora num local de difícil acesso, com falta de infraestrutura para pessoas com deficiência. 

Isso seria levado em conta. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Isto É
A Justa Condição para Namorar uma Pessoa com Deficiência

A JUSTA CONDIÇÃO PARA NAMORAR UMA PESSOA COM DEFICIÊNCIA


Olá pessoal!

A coisa mais interessante no Blog Inclusão Diferente é a capacidade de tratar de assuntos diversos no que diz respeito a Pessoa com Deficiência.

Muitos desses assuntos são amplamente tratados aos montes nos vários sites e blogs espalhados na internet, contudo a nossa principal característica é a habilidade de falar de forma mais franca e sem hipocrisia. E o debate, dessa vez, se deu no campo do relacionamento.

E uma das principais questões levantadas foi a seguinte: Em que condições se daria um namoro com uma Pessoa com Deficiência?

☛ Antes de continuarmos uma novidade, estamos com um novo canal no youtube e preparando novos vídeos pra você, assine agora e não perca nada.




Se você não possui uma deficiência e está lendo esse texto, quero deixar claro uma coisa: “Sim! Nós Pessoas com Deficiência namoramos e gostamos muito disso”.

A maioria da sociedade acredita, por uma burrice cultural, que nós somos seres assexuados e que não temos desejos e nem hormônios em ebulição nos nossos corpinhos.

Mas nem vou entrar nessa questão agora, pois só esse assunto dá outro post, para não dizer um livro.

Mas, você que é deficiente como eu, sabe, muito bem, o quanto é gostoso estar com alguém que nos aceite, nos respeite, nos ame, nos deseje e queira estar junto de nós o tempo todo, independentemente da nossa condição física ou sensorial.

Porém, muitos deficientes passam a vida lamentando que não conseguem “se arranjar” nos relacionamentos e alegam o preconceito alheio para essa situação de “abandono e solidão”.

Hummm! Será mesmo?

A Justa Condição para Namorar uma Pessoa com Deficiência

Claro que não vou ser leviana em não admitir que o preconceito e rejeição dos “não deficientes” não existam. Existem sim e, quando nos deparamos com ele, a superação é bem pesada.

Será que o preconceito que existe dentro de nós mesmos não é pior, o mais cruel e o que realmente nos impende de ter uma vida plena?

Eu acredito que exista uma condição para namorar uma Pessoa com Deficiência e essa condição nada tem a ver com terceiros e sim com cada um de nós.

Na verdade o que quero dizer é que muitos “não deficientes” não nos aceitam por nossa própria responsabilidade.

Quer ver? Então, fala aí!

Em tempos de redes sociais, sites de relacionamentos e chats voltados para esse fim, quem nunca tentou começar a namorar virtualmente?

Mas agora a pergunta mais importante: Em quantos perfis, nessas plataformas, você se identificou como Pessoa com Deficiência?

Se você deixou para dar o susto na pessoa apenas no primeiro encontro como não esperar ser rejeitado?

Se você não se aceita como esperar que alguém tenha orgulho de estar ao seu lado?

Isso não faz o menor sentindo.

A Justa Condição para Namorar uma Pessoa com Deficiência

Aprendi uma coisa ao longo da vida: As pessoas gostam de quem gosta de si mesmo, independentemente da sua condição física ou sensorial.

E vamos admitir: Pessoa em posição de vítima é um porre!

Então a condição para namorar uma Pessoa com Deficiência é o reconhecimento de si mesmo. Claro que não é legal ser deficiente. Quem diz isso não tem o menor juízo, mas é o que tem para hoje.

Sendo assim, enquanto você ficar se escondendo em suas próteses e adendos ou algo que o valha é melhor deixar de culpar a terceiros por estar sem ninguém.

Desse modo, se olhe no espelho e assuma sua condição. Tenho certeza que as portas do romance ficarão mais largas para você.

Mas essa é apenas a minha opinião.

Deixe seu comentário para que possamos saber o que você considera uma justa condição para namorar uma pessoa com deficiência.

Vamos debater sem medo ou ilusões, ok?

Forte Abraço!
Lei de Cotas para Deficientes - A Verdade que nunca Ninguém te Contou.

LEI DE COTAS PARA DEFICIENTES - A VERDADE QUE NUNCA NINGUÉM TE CONTOU

Olá pessoal! Como tem sido esse início de ano?

Hoje vamos continuar com a série sobre a Lei de Cotas para Pessoas com Deficiência, e se você não viu o primeiro texto da série, poderá lê-lo na integra aqui.

Refletindo sobre essa série, começamos a nos questionar sobre uma verdade que nunca ninguém nos conta sobre a Lei de Cotas, se existiria vida além dela.

Ao final do texto, você conhecerá alternativas além da Lei de Cotas


Não sabemos se você está entrado no mercado de trabalho agora, se já passou por várias ocupações, ao longo da vida, se sua deficiência é congênita ou se ela foi adquirida recentemente e você está em fase de readaptação e aceitação.

O fato é que toda Pessoa com Deficiência, que esteja em condições de trabalhar, lançou ou lançará mão, em algum momento, dos mecanismos da lei de cotas para inserção no mundo do emprego formal.

Afinal de contas, esse seria o caminho mais fácil e lógico a ser seguido, porque a lei foi criada para isso, para permitir que todos os deficientes em situação ativa possam ter seu trabalho, sua renda e sua liberdade, certo?

Então! Há controvérsias!

Todos sabemos que a lei de cotas não beneficia todos os deficientes. Claro que sabemos que existem deficiências e limitações mais patológicas que impedem a pessoa de ter uma vida mais ativa e ter uma atividade laboral.

Mas e os cadeirantes, os deficientes auditivos, visuais e intelectuais, como ficam frente a lei de cotas?

A maioria está em pleno vigor físico, tem formação e estão dispostos a trabalhar e não conseguem porque não existem empresas suficientes que queiram fazer algum tipo de adaptação para receber alguém que tenha alguma dessas deficiências.

Mas, e você! Antes de prosseguir reflita: Você acredita que exista vida além da Lei de Cotas? Deixe ao final do texto seu comentário nos dizendo isso.

Existe vida além da lei de cotas?

Mas, diga aí!

Alguém, em alguma empresa, já te fez a seguinte pergunta: “O que podemos fazer ou melhorar em nossas instalações para que possamos te receber com dignidade e conforto?”

Para essa pergunta a resposta quase certa é que nenhuma lhe tenha abordado dessa forma em uma entrevista de emprego.

Deixamos claro que não somos xiitas radicais, por isso acreditamos que deva sim existir alguma empresa que pense de maneira mais inclusiva. E também não estamos dizendo que todos os profissionais de admissão sejam uma pedra de gelo na forma de tratar um candidato que busca uma vaga.

Mas, até quando vamos ficar dependendo que alguém se sensibilize com a falta de inclusão da Pessoa com Deficiência no mercado de trabalho?

Amigos, o fato é que estamos muito longe dessa situação chegar perto do razoável. Ainda há muitas questões a serem vencidas, muitas melhorias a serem implantadas e muitos paradigmas a serem quebrados.

Enquanto isso o tempo passa e vamos ficando para trás, frustrados e desacreditados de nós mesmos com tanto para oferecer e não tendo quem queira nos receber.

Aquele que consegue emprego, de repente já está garantido, certo? É pode ser! Mas não podemos esquecer que estamos em uma situação de 13 milhões de desempregados no Brasil.

Ou seja, não existe garantia de nada.

Porque se você não perde seu emprego, logo de cara, a empresa arruma mecanismos e desculpas para reduzir e abolir benefícios já adquiridos. Até que o desemprego bata a porta.

Então, recomeça o ciclo. Cansativo, não é mesmo?

Por isso que nós, aqui do Blog Dinheiro em Casa, somos insistentes em falar de trabalho a partir de casa, de Empreendedorismo Inclusivo e Auto-Emprego, pois cansamos de viver esse ciclo.

Somos pessoas sonhadoras, temos metas e objetivos para serem alcançados. Queremos muito mais da vida!

E então começamos a perceber que Existe Vida Além da Lei de Contas. E é essa vida que estamos buscando.

Você também pode se libertar, caso queira romper esse ciclo de frustrações. Basta sair da zona de conforto, do comodismo e se pôr em ação.

Existem tantas atividades que podem ser exercidas, tais como:

  1. Criação de blogs e sites;
  2. Venda Info-produtos;
  3. Traduções;
  4. Criação de conteúdo para blogs, sites e redes sociais;
  5. Editoração de vídeo, som e imagem;
  6. Transcrição de vídeos e áudios;
  7. Marketing de Relacionamento;
  8. Culinárias;
  9. Fabricação de jóias;
  10. Prospecção de clientes para empresas.

Essas são apenas algumas das infinitas atividades que você pode fazer a partir da sua casa.

Como pode ver, são atividades englobam todos os gostos e afinidades e para exercê-las precisa apenas da vontade de aprender coisas novas ou aprimorar alguma habilidade que já tenha.

Não caia na armadilha das falsas seguranças. Busque conhecimento, deixe a preguiça de lado e você verá quantas oportunidades te esperam para ser vividas.

Temos plena convicção que Existe Vida Além da Lei de Cotas. Vamos vasculhar o mundo para mostrar isso a quem esteja disposto a pensar e agir diferente como nós.

Se você não tem medo e nem preguiça de ir em direção contrária da maioria, continue seguindo o Blog Dinheiro em Casa participando com seus comentários e compartilhando com seus amigos.

A gente se fala no próximo post. Forte Abraço!

Fonte: Blog Dinheiro em Casa
Beneficio de Prestação Continuada, Governo facilita o Acesso.

Beneficio de Prestação Continuada, Governo facilita o Acesso.


Na última quarta-feira, 4, o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicaram a alteração das regras do Benefício de Prestação Continuada (BPC).


Beneficio de Prestação Continuada, também conhecido como loas.


A principal mudança instituída pela portaria é a ampliação da rede de atendimento para o requerimento do benefício, que agora poderá ser feito nos estados e municípios, e não somente numa agência da Previdência Social. A adesão das prefeituras e governos é voluntária e deve ser feita por meio de termo de cooperação.

De acordo com as normas vigentes, a pessoa com deficiência precisa ir duas vezes a uma agência do INSS para requerer o benefício: a primeira para fazer o pedido do BPC e a segunda para a perícia médica. Com as novas regras, o beneficiário deverá ir apenas ao INSS para realizar a perícia. Para o idoso, que não precisa de perícia, o benefício poderá ser concedido após o requerimento feito no município.


A portaria também trata da inclusão de beneficiários no Cadastro Único, condição obrigatória estabelecida pelo Decreto 8.805, publicado em julho do ano passado. Os novos requerimentos já serão automaticamente registrados, o que agiliza ainda mais o acesso ao benefício.

Fonte: Secretaria Especial dos Direitos das Pessoas com Deficiência

Quer saber mais sobre Benefício de Prestação Continuada (LOAS) e outros assuntos relacionados a leis e Direitos das Pessoas com Deficiência clique aqui. Fique a vontade para comentar, obrigado por visitar nosso blog.

Parceiros do blog