[23 Ideias Simples] Como Trabalhar em Casa para Deficientes e Gerar Renda Própria! - Blog Inclusão Diferente

Últimas notícias ➞
Carregando...

[23 Ideias Simples] Como Trabalhar em Casa para Deficientes e Gerar Renda Própria!




COMPARTILHE ESSA POSTAGEM!



[23 Ideias Simples] Como Trabalhar em Casa para Deficientes e Gerar Renda Própria!

[23 Ideias Simples] Como Trabalhar em Casa para Deficientes e Gerar Renda Própria! Crise politica e econômica, desemprego em massa e lei de cotas seletiva. Esses são alguns ingredientes que podem estar fazendo da sua vida um verdadeiro inferno financeiro, uma vez que para as pessoas ditas normais já está extremamente complicado, imagina para os deficientes.


Em muitas situações de crise é que surgem as grandes ideias de sucesso e empreendedorismo, é sobre isso que quero conversar contigo nessa postagem, quero passar algumas dicas de trabalho que você pode começar a partir casa. Na verdade são 23 ideias de trabalho em casa, a partir dessas ideias e dicas você será capaz de criar seu próprio negócio lucrativo.

Agora se você já quiser colocar a mão na massa, e iniciar seu negócio, recomendo o curso que eu uso e aplico aqui no blog que é o CLUBE DO MARKETING DIGITAL.

☛ Saiba tudo sobre esse curso clicando aqui. ou falando comigo no Whatsapp.


[23 Ideias Simples] Como Trabalhar em Casa para Deficientes e Gerar Renda Própria!

1. Trabalho artesanal

Esse é um nicho muito amplo que te dá várias opções de trabalho remoto. Se você tem habilidade ou interesse em aprender como trabalhar com produtos artesanais, essa é uma boa ideia! É possível produzir sabonetes, cremes, bijuterias, elementos decorativos, canecas, tapetes, caixinhas para organização e o que a criatividade permitir.

Uma boa dica é pensar em algum produto que gere recorrência de compras, como um creme para o corpo. Se seu produto for realmente bom, seus clientes procurarão com mais frequência. Também é interessante apostar em produtos personalizados que podem ser ótimas opções de presente.

2. Produção de alimentos

Produzir alimentos caseiros também permite explorar muitas opções. Almoços saudáveis estão em alta, bem como sucos e lanches fit. É claro que os doces, bolos e tortas nunca perderão seu lugar. Se você tiver um bom espaço em casa, pode investir na produção de alimentos em grande quantidade, como salgadinhos e docinhos para festa.

Pense em alimentos diversificados que possam atrair a atenção do público e fazer você ganhar destaque, como, por exemplo, produção de pasta de amendoim caseira. E esse é só um exemplo para te inspirar em sua escolha!

Em seu lançamento, você pode fazer degustação para pessoas conhecidas e, em seus próximos passos, fazer parcerias com lanchonetes e padarias para vender seu produto.

Para essa ideia recomendados os cursos:

Curso Coxinha Gourmet
Fábrica de bolos em casa
Curso Avançado de Cupcakes
Curso Brigadeiros Gourmet

3. E-commerce

O e-commerce ainda é uma opção lucrativa, mas tenha em mente que ele exigirá mais energia e até mesmo investimento. É claro que se você tiver uma boa estratégia, o retorno financeiro será proporcional ao seu esforço, principalmente se você tiver produtos de qualidade.

Vale ressaltar que à medida que seu e-commerce cresce, é preciso de mais espaço para estocar produtos e, dependendo de sua logística, o espaço da sua casa pode não ser mais suficiente. Nesse caso, é provável que você já tenha uma boa renda para alugar um local maior de sua preferência.

4. Blogs

Os blogueiros são profissionais que podem trabalhar integralmente de casa, já que o principal foco é escrever para um blog. Existem diversas maneiras de se sobressair sendo um blogueiro profissional e conquistar uma renda escrevendo.

As principais são: trabalhar com publicidade no blog; venda de produtos complementares; promoção de produtos de terceiros, etc. Para essa ideia usamos e recomendamos o clube do marketing digital.

5. Produção digital

O produtor digital é o profissional que cria um curso online e o comercializa na internet. O mercado de Educação à Distância (EAD) vem se fortalecendo a cada ano através de produtos digitais e faturou mais de 107 bilhões no ano de 2015. Pensando nessa perspectiva, é possível fazer uma boa projeção para os cursos online nos próximos anos. Para essa ideia usamos e recomendamos o clube do marketing digital.

As principais vantagens de materiais digitais são o baixo custo de produção e a possibilidade de escalar os ganhos, já que seu curso poderá ser comercializado para milhares de pessoas. Além de não exigir logística de entrega física, você terá mais flexibilidade para trabalhar com o tema que preferir.

6. Afiliação de produtos

O afiliado é um profissional focado em promover produtos de terceiros em troca de comissão a cada venda realizada. Na prática, ele é a ponte entre o produto e o consumidor final. O afiliado pode divulgar tanto produtos digitais quanto físicos.

Existem diversos tipos de estratégias para divulgar um produto na internet, que podem variar entre anúncios pagos, promoção nas redes sociais, em blogs, envio de e-mail marketing, entre outros.

Esse profissional pode, exclusivamente, trabalhar de casa, já que necessitará apenas de um computador para gerenciar suas estratégias. Para se tornar um afiliado, você precisa participar de um programa de afiliados, como o da Hotmart, que te conectará com os donos dos produtos. Para essa ideia usamos e recomendamos o clube do marketing digital.

7. Redação

Saber escrever é uma grande qualidade para trabalhar na internet. Se você gosta ou é bom na escrita, você pode se tornar um redator freelancer ou, é claro, ter seu próprio blog.

Um bom conteúdo pode ser muito valioso, inclusive no quesito financeiro, e é por isso que muitas pessoas buscam bons redatores. Nesse sentido, à medida que você for construindo um bom portfólio e fidelizando alguns clientes, poderá aumentar o preço de oferta.

Existem diversos sites que conectam empresas e pessoas procurando por trabalho de redatores. Clique aqui, para uma dica especial do curso mais barato e profissional de redação da internet, que inclusive usamos aqui no blog.

8. Copywriting

Copywriting é a arte de persuadir e vender através da escrita. Seguindo a mesma linha de raciocínio de um escritor, um copywriter pode trabalhar em casa criando conteúdo focado em vendas e gerando resultado para um ou vários clientes à distância.

Um copywriter precisa estudar muito sobre técnicas de persuasão e psicologia de vendas, já que suas peças serão usadas para gerar lucro para quem as usa.

9. Consultoria

Esse tipo de trabalho visa nortear outras pessoas em determinadas áreas de suas vidas. É recomendado para pessoas que são especialistas em algum ramo, assim poderão aconselhar outros mais inexperientes.

Existem algumas consultorias que podem ser realizadas em sua própria casa, como consultoria financeira para investimento, consultoria profissional e empresarial. Se você se encaixa em alguma delas pode realizar esse tipo de trabalho em casa, através do Skype, por exemplo.

10. Aulas particulares

Professores particulares são muito procurados por pais de crianças e por adultos que desejam aprender um conteúdo de maneira exclusiva e dinâmica. Isso porque o professor consegue focar em uma só pessoa e acelerar a curva de aprendizado.

Se você é um professor de inglês, por exemplo, pode criar uma espécie de sala de aula em sua casa e receber seus alunos. A vantagem é que você pode organizar as aulas de acordo com sua disponibilidade. O mesmo funciona para outros tipos de aula, como violão, canto ou informática, por exemplo.

11. Aulas online

O professor online pode aproveitar os recursos que a internet proporciona para trabalhar de casa, dando aulas. Ele pode seguir a premissa do professor particular e dar aulas ao vivo, por Skype ou Hangout, ou pode seguir o raciocínio dos cursos online e gravar um curso inteiro e disponibilizá-lo na internet.

Os dois casos funcionam muito bem com o professor de inglês, do nosso exemplo passado. Ele pode controlar uma agenda com as próximas aulas particulares ou pode gravar diversas aulas para criar um curso iniciante de inglês. É válido citar novamente que, uma vez que suas aulas estão gravadas, elas poderão ser compiladas em um curso, que será vendido para milhares de pessoas. (Se você pulou nosso tópico sobre “Produção digital”, aconselhamos voltar no texto e dar uma lida).

12.Canais no Youtube

O YouTube é o segundo motor de busca mais utilizado, perdendo apenas para o Google. Diante de tantas possibilidades de temas, é possível explorar algum assunto que interesse determinado público e criar seu próprio canal. Entenda mais como é possível ganhar dinheiro com vídeos.

O ponto de atenção do YouTube é que pode demorar certo tempo para você ganhar muitos acessos em seus vídeos e poder rentabilizar seu canal. É preciso ter muita disciplina para gravar os vídeos, consistência em suas postagens e associar outras estratégias para impulsionar seu canal, como redes sociais, blog, parcerias com outros influenciadores e anúncios pagos.

O canal no YouTube pode ser também uma maneira de divulgar outro serviço/produto que você exerce, como consultorias ou ebook. Para essa ideia recomendamos o curso Viver de Youtube.


13. Venda de espaço publicitário online

A venda de espaço publicitário é muito interessante para quem possui um site, blog ou canal de YouTube com grande volume de acesso, pois quem cede espaço para anunciantes, ganha um valor toda vez que algum visitante clica em um anúncio. Se seu site/canal tem muitos acessos diários, a chance de várias pessoas clicarem nas propagandas aumenta e seu lucro também.

Para isso, é preciso habilitar o Google Adsense em seu site/canal. Para aprender o passo a passo, basta clicar aqui.

14. Desenvolvimento web

O desenvolvedor web tem as portas abertas para muitas oportunidades de trabalhar em seu lar. Muitas pessoas, empresas e novas startups buscam quem entenda de programação e desenvolvimento de sites.

Dentro desse contexto, existem várias linguagens e ramificações que um profissional pode seguir. Como são linguagens internacionais, é possível conseguir demandas de outros países também!

15. Design

Designers também são muito procurados para transformar ideias em peças de comunicação visual. O caminho mais simples é por meio do design para web, aquele em que as peças serão utilizadas em sites, blogs, redes sociais e materiais digitais como ebooks e infográficos.

16. Edição de vídeo

O editor de vídeos é responsável por recolher um material cru e transformá-lo em algo que faça sentido dentro de um contexto, utilizando softwares de edição, como o Adobe Premiere, um dos programas mais populares entre editores.

O editor pode trabalhar como freelancer com projetos paralelos ou pode ser contratado por empresas como um colaborador remoto.

17. Tradução

Os tradutores são profissionais com domínio de, pelo menos, dois idiomas que devem saber se comunicar muito bem. Dependendo do projeto, é preciso não só traduzir de um idioma para outro, mas também saber contextualizar o que é dito ou falado.

Imagine um filme em inglês com piadas locais dos Estados Unidos. Quando esse filme for traduzido para o italiano, por exemplo, o contexto deve ser adaptado a Itália. Por isso, o tradutor também deve ter conhecimentos gerais e ser um bom pesquisador.

E por falar em idiomas, é mais comum encontrar tradutores de certa língua para o inglês e vice-versa. Se você tem domínio de outros idiomas, como português e francês, ou mandarim e alemão, a demanda por traduções será relativamente menor, mas o valor cobrado pelo trabalho pode aumentar, já que esses profissionais serão escassos.

18. Coaching

O coach trabalha mais ativamente com pessoas que querem se desenvolver profissionalmente. Ele propõe ações, desafios e transmite conhecimento aos seus clientes. O coach também ajuda a clarear objetivos, visando sempre resultados positivos, e atua em mudanças comportamentais que o cliente deseja realizar.

Para ser um bom coach, é preciso realizar uma série de estudos e saber analisar e antecipar situações-problema em um dia a dia profissional. O coach pode trabalhar por meio de consultas presenciais, online ou, ainda, criar um curso online específico para determinado público.

19. Gestão de redes sociais

Nos últimos anos em que as redes sociais se transformaram em ótimos meios de comunicação entre marcas e público, as empresas começaram a investir mais nesses canais e também em profissionais especializados no assunto. Se você é um deles, mas deseja trabalhar de casa, pode oferecer seu serviço tanto como freelancer quanto um colaborador remoto.

20. Estética

Se você é uma profissional da estética, saiba que ter o seu pequeno espaço para atender clientes é uma ótima forma de gerar renda, principalmente porque você não precisará se preocupar com aluguel de loja!

Maquiagem completa, corte e pintura de cabelo, pedicure e manicure, limpeza de pele, massagem e depilação são ótimas opções. Para essa ideia recomendamos esse belo curso de maquiagem, clique aqui.

21. Personalização de artigos

Camisetas, canecas, almofadas e outros itens podem ser personalizados de acordo com o desejo do cliente. É preciso investir na impressora imprimir a arte desejada nos objetos ou é possível terceirizar a impressão. Se você é um design, melhor ainda, pois poderá produzir suas próprias artes para decorar artigos!

22. Produção de bebidas

Você sabe preparar cervejas, licores ou mesmo bebidas nã0-alcóolicas, como sucos naturais? Então aqui está uma ótima oportunidade para criar um negócio próprio. Identifique aquele ramo com o qual você mais se identifica e aposte nele!

23. Fotografia

Já pensou na possibilidade de ter seu próprio estúdio em casa? Com um pequeno cômodo já é possível prepará-lo para fotografar produtos ou pessoas, como ensaio de casal, newborn e grávidas, por exemplo. Um fundo liso com cores neutras e a iluminação adequada são materiais essenciais para seu cantinho ficar com uma cara profissional!

☛ E então com qual ideia você se identificou? Envie pra gente!!! Poderemos te recomendar um curso específico e completo pra te ajudar a começar hoje mesmo seu negócio a partir de casa, se quiser podemos falar via WHATSAPP. 
Fonte: bloghotmart
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Postar um comentário

Parceiros do blog